Fórum debate preservação do ciclo da água para desenvolver produção do RS

ciclo_da_vida_sartori_guaiba_pampa
Governador José Ivo Sartori prestigiou a abertura do 4° Fórum Água é Vida, em Guaíba – Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini

Preservar o ciclo vital da água como fonte de abastecimento para a produção do Rio Grande do Sul foi um dos temas em destaque no 4º Fórum Água é Vida, promovido em Guaíba pelo projeto RS Sustentável, da Rede Pampa. O evento discute formas de conservação dos recursos naturais e políticas públicas para a sustentabilidade ambiental. A parceria é da prefeitura, Secretaria de Obras, Saneamento e Habitação (SOSH) e Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan).

“Conhecemos o nosso papel enquanto gestores públicos e estamos fazendo a nossa parte, promovendo mudanças profundas no Estado. A travessia rumo ao futuro que queremos passa pela gestão eficiente dos recursos naturais e pela sustentabilidade ambiental. Nada disso acontece sem água de qualidade”, afirmou o governador José Ivo Sartori na abertura.

Sartori ressaltou as ações governamentais para qualificar a área do meio ambiente como a Sala de Situação, da Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, que monitora a qualidade da água das bacias hidrográficas em tempo real; a autorização para licenciamento de 91 pequenas centrais hidrelétricas; e o feito inédito no país de mapear os recursos naturais que devem ser protegidos.


Sartori ressaltou ações do governo para qualificar área ambiental. Luiz Chaves/Palácio Piratini

O presidente da Corsan, Flávio Presser, chamou atenção para a importância de se discutir o assunto. “Essa é uma oportunidade de envolver a sociedade no debate da preservação dos recursos hídricos para que não enfrentemos dificuldades como a que ocorre em Roma, que deve passar por racionamento de água nos próximos dias”, alertou.

O prefeito de Guaíba, José Sperotto, falou sobre o trabalho constante de limpeza das águas do lago que beneficia o município e região. “Se o planeta tem em torno 4,5 bilhões de anos e a nossa população cresce cada vez mais, a poluição será ainda maior. Desde o início, vivemos com a mesma quantidade de água, por isso a importância de conservar recursos e também conscientizar mais as pessoas”, reforçou.

Durante o evento, o vice-presidente da Rede Pampa, Paulo Sérgio Pinto, noticiou que a direção da emissora passa a ser de Alexandre Gadret, que deve assumir ainda neste semestre.

Com mediação de Armando Burd, o fórum teve a presença do secretário de Obras, Saneamento e Habitação, Fabiano Pereira, prefeitos, secretários, gestores e palestra do presidente da Corsan, Flávio Presser. Também teve os painéis de Carlos André Bulhões Mendes, diretor do Instituto de Pesquisas Hidráulicas da UFRGS; Manuel Salvaterra, presidente do Comitê Lago Guaíba; Fernando Meirelles, diretor-geral do Departamento de Recursos Hídricos; e Clóvis Zimmer, gerente de Qualidade e Meio Ambiente da Celulose Riograndense.

Texto: Letícia Bonato
Edição: Gonçalo Valduga/Secom

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s